segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Mitos e verdades sobre os bebês prematuros

Postado por Karol Castro às 19:52
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

Prematuros precisam de cuidados médicos especiais e estão mais vulneráveis a doenças
Prematuros são bebês mais frágeis já que nascem antes do previsto e, algumas vezes, sem terem alcançado o desenvolvimento ideal dos órgãos. Existem muitas dúvidas que cercam essas crianças: todas precisam ficar mais de um mês no hospital? Podem ser seguradas pelas mães? Podem ser amamentadas no peito?

A evolução da medicina é capaz de confortar, mas não de acabar com todos os medos dos pais. O iG reuniu as questões mais recorrentes entre mães de prematuros. Especialistas consultados esclarecem o que é mito e o que é verdade quando o assunto é um bebê que nasceu antes dos ideais nove meses de gestação.

Todo prematuro é igual
Mito. Existem prematuros tardios e extremamente prematuros (que nascem com menos de 32 semanas). Segundo Victor Nudelman, neonatologista do hospital Albert Einstein, é possível cuidar de bebês a partir de 25 semanas, com peso próximo a 500 gramas. “A ansiedade da mãe de um bebê assim é diferente da mãe de um bebê de 34 semanas. Dependendo do grau de imaturidade, os bebês terão tempos e dificuldades completamente diferentes”, diz.

Bebês de 35 semanas são prematuros
Verdade. “Crianças que nascem antes de 37/38 semanas, por definição, são prematuros”, afirma a pediatra Heloisa Ionemoto, do Hospital Infantil Sabará.

A mãe não pode segurar o bebê prematuro
Mito. Segundo os médicos, as mães devem segurá-lo no colo, desde que com cuidado e sempre orientada pela equipe médica, como ressalta Jorge Huberman, neonatologista do Hospital Albert Einstein. A pediatra Heloisa lembra que há programas como o “Projeto Canguru”, no qual o contato físico entre pai/mãe e bebê prematuro ajuda no desenvolvimento. Mas vale lembrar que a incubadora é importante para manter o pequeno sempre aquecido.

O prematuro precisa passar mais de um mês no hospital
Depende. O risco de mortalidade e doenças específicas está inversamente relacionado à idade gestacional. “Quanto menor a idade gestacional, maior a chance de complicações. Os prematuros com mais de 34 semanas, de um modo geral, se saem muito bem, já os menores enfrentam mais dificuldades. Desta forma, estes bebês precisam de cuidados especiais que podem durar poucos dias a alguns meses, com necessidade de internação hospitalar”, esclarece Maria Otília Bianchi, neonatologista da UNICAMP.

Os órgãos do prematuro não estão prontos
Verdade. Principalmente os pulmões, uma vez que ele fazia a troca de ar por meio da placenta. Por isso é muito comum ele apresentar dificuldades respiratórias, o que requer ajuda para assegurar os níveis adequados de oxigênio. Nudelman alerta para a necessidade de aparelhos que forneçam alguma pressão positiva para o ar entrar e medicações que mantenham o pulmão, ainda imaturo, mais aberto.
O prematuro não pode ser amamentado
Mito. Ele deve ser amamentado, porém não consegue sugar, por isso, a alimentação pode ocorrer por meio de sondas. De acordo com Maria Otília, o ideal é alimentar o bebê com leite materno ordenhado, mas pode ser necessário o uso de nutrição endovenosa. “Mesmos os prematuros maiores são sonolentos, sugam vagarosamente e não ganham peso”, explica.

Quanto menos aparelhos ligados no bebê, melhor ele está
Verdade. Isso significa que o corpo já consegue se manter aquecido sem a necessidade da incubadora, os pulmões estão suficientemente desenvolvidos para garantir o ar necessário, ele já consegue sugar e se alimentar sem ajuda de sondas.

Prematuros terão problemas para o resto da vida
Mito, embora prematuros extremos tenham mais chances de apresentar alguma complicação. “Casos graves, como falta de oxigênio ao nascer, por exemplo, podem deixar sequelas e por isso precisarão de acompanhamento prolongado”, aconselha Heloisa.

O prematuro não pode fazer todos os exames
Mito. Huberman afirma que o acompanhamento clínico e laboratorial, além de exames de imagem para verificar o crescimento e desenvolvimento do bebê são primordiais. A prevenção de doenças acontece graças à extensa bateria de exames.

Ele é mais vulnerável a doenças
Verdade. Principalmente as respiratórias.

As vacinas do prematuro são as mesmas do calendário nacional de vacinação
Verdade. “Mas o pediatra pode orientar de forma diferente, caso haja necessidade”, cita Huberman.

É impossível evitar a prematuridade
Mito. “Com um pré-natal precoce e muito bem feito, é possível detectar os indícios da prematuridade”, diz Huberman. As causas mais comuns do parto prematuro são hipertensão arterial, ruptura precoce das membranas amnióticas e infecções.

O desenvolvimento neurológico do bebê prematuro é diferente
Verdade. “Os prematuros ganham um descontinho, visto que consideramos a data provável para 40 semanas para avaliar as novas conquistas. Por exemplo, um bebê que nasce de 31 semanas ao completar quatro meses deve fazer o mesmo que um bebê não prematuro que completou dois meses”, conta Maria Otília. Porém, este “desconto” acaba quando se completa dois anos. A mesma regra é utilizada para peso e estatura, o que significa que ele tem um tempo a mais para buscar o que perdeu por nascer antes.

Os cuidados médicos devem ser diferenciados
Verdade. Heloisa aponta para a necessidade de assistência médica diferenciada e equipe multidisciplinar, principalmente para os nascidos com menos de 30 semanas. “No futuro, o pediatra poderá indicar outros profissionais, como fisioterapeutas e fonoaudiólogos, se necessário”, acrescenta Huberman.

O bebê prematuro precisa viver numa redoma de vidro
Mito. Após os cuidados extremos no hospital – e o ganho de peso e maturidade necessários para ir para a casa – os médicos sugerem que a família leve vida normal, sempre que possível: passeios, aleitamento materno exclusivo, contato com o mundo exterior, inclusive com outras crianças. “Manter as vacinas em dia, alimentação saudável e evitar o contato com pessoas doentes bastam”, diz Maria Otília.

Alienação PARENTAL(diagnostico)

Postado por Karol Castro às 19:35
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

- Exclui o outro genitor da vida dos filhos:
Não comunica ao outro genitor fatos importantes relacionados à vida dos filhos (escola, médico, comemorações, etc.).
Toma decisões importantes sobre a vida dos filhos, sem prévia consulta ao outro cônjuge (por exemplo: escolha ou mudança de escola, de pediatra, etc.).
Transmite seu desagrado diante da manifestação de contentamento externada pela criança em estar com o outro genitor.
- Interfere nas visitas:
Controla excessivamente os horários de visita.
Organiza diversas atividades para o dia de visitas, de modo a torná-las desinteressantes ou mesmo inibí-la.
Não permite que a criança esteja com o genitor alienado em ocasiões outras que não aquelas prévia e expressamente estipuladas.
- Ataca a relação entre filho e o outro genitor
Recorda à criança, com insistência, motivos ou fatos ocorridos que levem ao estranhamento com o outro genitor.
Obriga a criança a optar entre a mãe ou o pai, fazendo-a tomar partido no conflito.
Transforma a criança em espiã da vida do ex-cônjuge.
Quebra, esconde ou cuida mal dos presentes que o genitor alienado dá ao filho.
Sugere à criança que o outro genitor é pessoa perigosa.
- Denigre a imagem do outro genitor
Faz comentários desairosos sobre presentes ou roupas compradas pelo outro genitor ou mesmo sobre o gênero do lazer que ele oferece ao filho.
Critica a competência profissional e a situação financeira do ex-cônjuge.
Emite falsas acusações de abuso sexual, uso de drogas e álcool.

A Criança Alienada:

Apresenta um sentimento constante de raiva e ódio contra o genitor alienado e sua família.
Se recusa a dar atenção, visitar, ou se comunicar com o outro genitor.
Guarda sentimentos e crenças negativas sobre o outro genitor, que são inconsequentes, exageradas ou inverossímeis com a realidade.
Crianças Vítimas de SAP são mais propensas a:
Apresentar distúrbios psicológicos como depressão, ansiedade e pânico.
Utilizar drogas e álcool como forma de aliviar a dor e culpa da alienação.
Cometer suicídio.
Apresentar baixa auto-estima.
Não conseguir uma relação estável, quando adultas.
Possuir problemas de gênero, em função da desqualificação do genitor atacado.

Lembrando que alienação é um crime, não se pode fazer contra nenhum PARENTE da criança.

Alienação parental.. Mais comum do que se imagina + Direitos da criança

Postado por Karol Castro às 19:17
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

Um termo para a situação em que a mãe ou o pai de uma criança a treina para romper os laços  afetivos com o outro genitor, criando fortes sentimentos de ansiedade e temor em relação ao outro genitor.

Os casos mais freqüentes da Síndrome da Alienação Parental estão associados a situações onde a ruptura da vida conjugal gera, em um dos genitores, uma tendência vingativa muito grande. Neste processo vingativo, o filho é utilizado como instrumento da agressividade direcionada ao parceiro.  Isto é a síndrome de alienação parental: programar uma criança para que odeie o genitor.

Muito pouco se é falado sobre o assunto, algo que é bastante comum.

Vivi isto na minha vida quando criança, e vai não vai, ainda sofro.
Amo minha mãe e sei que as intenções dela eram as melhores possíveis. O motivo é exesso de proteção.
De dizer que ele não se importava comigo, até duvidar de sua proteçao,amor.. Mandar eu dizer que não queria ir com ele...
Alienadora sem ao menos perceber... E pelo outro lado era agredida emocionalmente pela minha madrasta, vivi os dois lados e essa é a diferença.
A mãe está apenas alienando ou de fato algo de errado está acontecendo?
Existem casos e casos...

Qualquer mãe ou pai separados deve ter pensado em recorrer a justiça quando separados, mas acho que a melhor saida é o dialogo entre a mãe e o pai. Só assim pra resolver a situaçao sem brigas, pois o unico prejudicado é a criança.

Os direitos das crianças são os seguintes:

Todas as crianças têm o direito à vida.
Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica.
Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, não importa sua cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.
Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.
Todas as crianças têm direito a uma nacionalidade.
Todas as crianças têm direito a alimentação e ao atendimento médico, antes e depois do seu nascimento. Esse direito também se aplica à sua mãe.
As crianças portadoras de dificuldades especiais, físicas ou mentais, têm o direito a educação e cuidados especiais.
Todas as crianças têm direito ao amor e à compreensão dos pais e da sociedade.
Todas as crianças têm direito à educação.
Todas as crianças tem direito de não ser violada verbalmente ou ser agredida por pais, avós, parentes, ou até a sociedade.
Todas as crianças têm o direito a brincar e dormir corretamente.

Vamos cuidar de nossas crianças! Com amor, mas com sabedoria.

sábado, 16 de agosto de 2014

12 dentões! Gengiva rocha...

Postado por Karol Castro às 16:49
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

Nasceram 4 dentinhos do meu amor. As presas de cima e os primeiros molares de cima.. Bom, mais dificil e doloroso de nascer foi o molar direito. Ficou com a gengivinha rocha e isso é comum. O dentista falou que foi uma veia que rompeu e era pra massagear bem devagar.
Demorou um mês até nascer , tadinho.
Ficou assim como a da foto...

Retrospectiva do primeiro aninho do Kauêzinho

Postado por Karol Castro às 16:45
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

http://m.youtube.com/watch?v=CaySvjSdEgY

Esse é o vīdeo da retrospectiva do primeiro aninho do Kauê, coloquei na festinha dele.. Muito lindo e emocionante!

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Desejo de ser mãe(novamente)

Postado por Karol Castro às 18:16
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem

Confesso que minha vontade de ser mãe de novo, ta demais!
Claro que tenho minhas metas até lá, mas nao quero esperar muito...
E logo agora  que vou ser titia de novo pronto :-)

quinta-feira, 24 de julho de 2014

1 aninho do Kauê - Resuminho

Postado por Karol Castro às 21:09
Reações: 
1 comentários Links para esta postagem
Tempão sem postar e ainda venho bem rapidinho pra dar uma pequena atualizada no blog...
Bom, fizemos a festinha do Kauê de um aninho e foi tudo muito lindo!!!  

Depois posto as da festinha mesmo pois só tenho essa que está no meu facebook.

Kauê tá muito esperto, muito mesmo!!! Corre, grita, fala demais!!!(puxou a mim) kkkk Tem mais quatro dentinhos nascendo, então somam 16 dentes rsrs 
Todo mundo diz que ele está muito parecido comigo e além do mais, também está beeem mais apegado a mim. 
Todo domingo ele vai pra casa do pai e quando preciso ele dorme lá com a avó dele, não existe tempo melhor que esse agora. Estamos muito felizes, ele só me dá alegrias...

Estou trabalhando embaixo de minha casa vendendo coxinhas e salgados em geral com minha cunhada, mas tenho duas entrevistas e inclusive uma está 'agendada' para amanhã.

Humm.. Estou loira a um mês kkkkk Achei bem melhor do que eu morena..


Decidi hoje que vou começar a me organizar para fazer meu vlog, exige tempo e, é uma coisa que não tempo muito. Mas sim, é uma coisa que quero muito, me dedicar mais e fazer deste cantinho com minha nova cara.
Beijinhos


sábado, 14 de junho de 2014

Novidades

Postado por Karol Castro às 17:45
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem
Passei um bom tempo sem postar e vim falar rapidinho, to sem tempo pra entrar na internet.
Fiz a festinha do Kauê de um aninho do circo, tudo ficou lindo!!! Depois posto as fotos.
Minha irmã tá morando na casa da sogra com o marido e o filho, meu irmão veio morar aqui com a mulher e a filha. Tá muito apertado e to querendo me mudar, novamente..

Estou fazendo doces e salgados por encomenda, olha a foto..

Minha página no Facebook..

Depois venho falar mais sobre o 1 aninho do Kauê e postar as fotos.
Beijos

segunda-feira, 5 de maio de 2014

O primeiro AC - Será que vai ter a festinha de 1 ano?

Postado por Karol Castro às 07:09
Reações: 
1 comentários Links para esta postagem

Resolvi tomar AC a tempo e nunca arrumava/comprava. Esse mês passado fiz de tudo e a avó do Kauê arrumou pra mim.
Me arrependi!!! Que coisa mais chata tomar remedio todo dia e ainda ter sangramento de escape..
Sou muito esquecida, tomo tudo errado Aff! O Kauê começou a ter colicas diariamente, isso bastou pra mim.
Queria ter parado já, mas pra minha saúde preferi terminar a cartela e dar adeus a ele.
O nome do AC é Ciclo21, ainda falta uns 5 compridos pra acabar a cartela.
Vou tomar injeção, mas só depois.

To aperiada com a festinha do Kauê, nada resolvido. Quero um lugar que faça a festa completa :/
Tinha até escolhido o tema(Circo) numa loja de decoraçoes, mas só é decoraçao.
Agora não tenho tempo pra organizar uma festa, mesmo que pequena :(

sábado, 3 de maio de 2014

Os dentinhos.. Ops dentões

Postado por Karol Castro às 07:18
Reações: 
3 comentários Links para esta postagem

São sete dentões rs

-Os incisivos inferiores centrais nasceram com 6 meses
-Os superiores centrais nasceram com 8 meses
-Os superiores laterais nasceram com 10 meses

E de dois em dois meses nasciam dois dentes, mas se adiantou um com 10 meses rs Kauê completou 11 meses com 7 dentes

-O(um só) incisivo inferior lateral com 10 meses

Esses dias nasce o oitavo dentinho dele pra completar rsrs Pra daqui a alguns meses nascer os primeiros pré molares.

Escovo os dentinhos dele com uma escova propria para bebês apartir de 6 meses, que também é um mordedor e um gel dental sem flúor de 0-3 anos muito bom, o Kauê adora o gostinho e deixa eu escovar pra depois tomar a escova de mim e "escovar" sozinho rs

Tão lindo, Deus abençoe sempre meu filho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha família daqui a alguns meses

 

Mamãe te ama meu bebê Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea